13.5 C
Brasília
segunda-feira, 17/06/2024
- Patrocinado -bar do GG
InícioDistrito FederalCom perna em carne viva, mulher espera por 9h para ser atendida...

Com perna em carne viva, mulher espera por 9h para ser atendida na UPA

Com a perna em carne viva, Valmira Nascimento Pereira, 51 anos, ficou quase nove horas aguardando atendimento e medicamento na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA), em Ceilândia. “Minha mãe estava gritando de dor, só conseguiu a morfina horas depois”, disse a filha Rosângela Nascimento, 35 anos.

De acordo com a filha de Valmira, a paciente teria chegado à unidade de saúde em uma ambulância, com uma pulseira da cor laranja, que significa urgência pelos protocolos da Secretaria de Saúde. Familiares afirmam que o cheiro próximo ao ferimento era forte, como um odor de putrefação.

Ainda assim, Rosângela contou que só foi recebida pelos médicos após quatro horas e quando mostrou as fotos e os vídeos. “Aí ele falou que minha mãe precisaria ficar internada”, disse.

Segundo a família, nas nove horas antes do atendimento, Valmira só recebeu morfina e insulina. Ela teria ficado deitada em uma maca, enquanto aguardava atendimento.

O ferimento de Valmira teria iniciado há um ano, que com a diabetes teria piorado. Uma das pernas dela já foi amputada e, segundo Rosângela, esse fato dificultava que a mãe confiasse em hospitais para buscar ajuda. “Ela só concordou hoje, quando chegou no seu limite”.

De acordo com a família, ela não estava conseguindo fazer um tratamento. “A falta de condição financeira para comprar alimentos é muito difícil. Até o posto de saúde fornece pouco material e aí sai do nosso bolso”, alegou a filha.

O Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal confirmou que a paciente deu entrada às 9 horas. No entanto, o Iges – responsável pela gestão das Upas – alegou que ela foi prontamente atendida, sendo solicitada a internação.

Segundo o instituto, a paciente segue estável, internada, e aguardando parecer da cirurgia vascular.

O Iges acrescenta que está à disposição para demais esclarecimentos e ressalta que está prestando toda a assistência necessária para a sua recuperação.

Veja a resposta completa do Iges:
O IgesDF informa que a paciente V. N. P deu entrada na unidade nesta segunda-feira, 8 de maio, às 9h. A paciente foi prontamente atendida e foi solicitada a internação devido à patologia.

A paciente segue estável, internada, e aguardando parecer da cirurgia vascular.

Fonte Metrópoles

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!

Últimas Notícias