23.5 C
Brasília
quarta-feira, 21/02/2024
- Patrocinado -
InícioSamambaiaOperação Coiote em Samambaia: Um Golpe de R$2 Milhões em Seguradoras

Operação Coiote em Samambaia: Um Golpe de R$2 Milhões em Seguradoras

Na manhã de hoje (18), a Polícia Civil do Distrito Federal, através das investigações da 18ª Delegacia de Polícia, iniciou a “Operação Coiote”, resultando na prisão temporária de 6 membros de uma organização criminosa focada em simular acidentes e destruir veículos para fraudar seguros.

De acordo com as investigações, a organização, atuante desde 2015, simulou 12 acidentes automobilísticos e destruiu 25 carros, lucrando R$ 2 milhões das seguradoras. Samambaia foi um dos principais palcos destes acidentes forjados, que também ocorreram em Brazlândia, Taguatinga, Ceilândia, Vicente Pires e Brasília, envolvendo carros de luxo de marcas como Porsche, BMW, Audi, Volvo e Mercedes.

1. Estratégia da Organização:
a) Aquisição de veículos importados usados, muitas vezes danificados;
b) Após os consertos, eram contratados seguros com indenizações baseadas na tabela Fipe;
c) Colisões propositais eram causadas para assegurar a perda total dos veículos;
d) Os membros se revezavam em diferentes funções para evitar suspeitas;
e) Os acidentes eram registrados na Delegacia Eletrônica para evitar questionamentos;
f) Por último, as indenizações eram recebidas, com base na tabela Fipe.

2. Estrutura e Divisão de Tarefas:
A organização era bem estruturada e com funções bem definidas. No topo estavam um empresário de Taguatinga e um ex-policial militar. Ambos eram responsáveis por diversas funções, incluindo a aquisição de veículos e registro de ocorrências.

3. Medidas Legais:
A PCDF também emitiu 6 mandados de busca em diferentes locais. Além disso, 20 veículos foram apreendidos, e R$ 2 milhões das contas dos suspeitos foram bloqueados.

4. Acusações:
Os membros da organização serão acusados de envolvimento em organização criminosa, que pode resultar em uma pena de 3 a 8 anos de reclusão.

5. Histórico da PCDF:
Esta é a quinta vez que a PCDF atua contra fraudes de seguro. Operações anteriores ocorreram em 2011, 2013 e 2020.

6. Impacto para o Público:
A ação da PCDF contribui para a redução de fraudes em Brasília, diminuindo os riscos para seguradoras e, consequentemente, reduzindo o custo dos seguros para os consumidores.

Glauber Erick
Glauber Erickhttps://glaubererick.com.br
Comunicação e Marketing, Jornalista, Assessoria de Imprensa e Produção Audiovisual.
NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!

Últimas Notícias