26.5 C
Brasília
quarta-feira, 22/05/2024
- Patrocinado -bar do GG
InícioDistrito FederalVandalismo em Taguatinga: adolescentes chutam portões e moradores reclamam do prejuízo

Vandalismo em Taguatinga: adolescentes chutam portões e moradores reclamam do prejuízo

Imagens de câmeras de segurança mostram o momento em que jovens chutam o portão de uma casa em Taguatinga, no Distrito Federal, em diferentes dias. Segundo moradores, sempre no mesmo horário, por volta de 12h30, adolescentes passam pelo local chutando os portões de toda a vizinhança da QNA 34 (veja imagem acima).

Nas imagens possível ver seis jovens caminhando juntos. De repente, um deles começou a correr e todos partiram em direção ao portão de uma casa, do outro lado da rua. Depois de chutar o portão, o grupo correu.

A cena se repete dias depois, na mesma rua e no mesmo horário. O grupo caminhava pela calçada, atravessou a rua correndo em direção ao mesmo portão e deu vários chutes, repetidas vezes. Depois, eles foram embora.

Os moradores reclamam dos prejuízos. Já a Polícia Militar do Distrito Federal explica que quem comete esse tipo de ato de vandalismo está sujeito a detenção.

Luciene Nascimento, moradora da casa, explica que teme pela vida da filha, de 3 anos, porque o portão já desabou uma vez.

“Acho que eles vieram e bateram com tanta força que saiu da estrutura, chegou a cair mesmo. […] Se ela [a filha] estivesse comigo, que ela sempre entra antes de mim, o portão tinha caído em cima dela, e se tivesse caído em cima dela, o estrago tinha sido muito grande”, diz a dona de casa.

Segundo Luciene, os vândalos estragaram o portão da casa dela quatro vezes. Ao todo, ela diz que gastou mais de R$ 1 mil em conserto. Luciene registrou boletim de ocorrência na 12ª Delegacia de Polícia, que investiga o caso.

A casa dela não foi a única atingida pelo vandalismo dos adolescentes. A vizinha Rosângela Maia conta que o pé de carambola na rua serve de “munição” para que os adolescentes façam “guerra”, além disso, muitas vezes eles arremessam pedras.

“Tiram as frutas da árvore, começam a jogar uns nos outros. Só que aí pega em carro, pega em vidro, joga dentro da casa da gente […] E eles começaram a jogar pedras nas casas. Então, foram três casas atingidas”, conta Rosângela.

Ela e outros moradores também registraram boletim de ocorrência na delegacia.

Fonte G1DF

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!

Últimas Notícias