15.5 C
Brasília
sexta-feira, 12/07/2024
- Patrocinado -bar do GG
InícioSamambaiaAssociação dos Amigos dos Autistas do DF pode conquistar novo espaço em...

Associação dos Amigos dos Autistas do DF pode conquistar novo espaço em Samambaia

Após os protestos contra o fechamento da Associação dos Amigos dos Autistas do Distrito Federal (AMA-DF), a Secretaria de Saúde assumiu o compromisso de encontrar um novo local para que o projeto continue suas atividades. A instituição oferece apoio e educação para jovens e adultos diagnosticados com autismo severo no Instituto de Saúde Mental (ISM), no Riacho Fundo, mas recebeu uma ordem de despejo.

Uma reunião foi realizada nesta sexta-feira (19/5) com a presença da secretária de Saúde do DF, Lucilene Florêncio, o deputado distrital Eduardo Pedrosa (União Brasil) e a presidente da AMA-DF, Gisele Montenegro, para discutir o futuro do projeto. Ao final da conversa, a Secretaria de Saúde prometeu encontrar um novo local para que a AMA possa continuar suas atividades.

Eduardo Pedrosa, presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos das Pessoas com Autismo, afirmou que as negociações foram iniciadas para evitar o fechamento da AMA e que a secretaria buscará um novo espaço, além de ampliar a capacidade de atendimento para não deixar as famílias desamparadas.

Gisele Montenegro relatou que a Secretaria de Saúde afirmou que não haverá um despejo imediato da AMA-DF. Ela comemorou o fato de a secretaria ter apresentado uma proposta de terreno em Samambaia e uma parceria para expandir o atendimento, sendo a primeira vez que o Governo do Distrito Federal (GDF) apresenta uma proposta.

No entanto, Montenegro acredita que seria ideal encontrar um local mais centralizado para ampliar os serviços para todo o Distrito Federal. Além disso, as tratativas ainda não foram oficializadas, e o futuro da AMA-DF depende da assinatura de um convênio com o GDF.

A Secretaria de Saúde confirmou a promessa de encontrar um novo local para a AMA, mas não foram estabelecidos prazos.

Em relação ao despejo, uma notificação judicial determina a reintegração imediata da posse do imóvel, inclusive com o uso de força policial e arrombamento da porta, se necessário, para cumprir a ordem.

Desde 2018, a Secretaria de Saúde do DF ameaça despejar a AMA-DF, mas em janeiro de 2022, após uma mobilização e apelos públicos, a desocupação foi suspensa. No entanto, agora é necessário uma solução definitiva para o caso.

Em 2022, a Secretaria de Saúde afirmou que buscava uma medida que respeitasse a legislação aplicável e que também atendesse à comunidade afetada. Apesar do risco de despejo, a AMA-DF continuou seu trabalho normalmente, suspendendo as atividades apenas quando necessário devido à Covid-19.

Em 2023, a associação suspendeu o atendimento no primeiro semestre devido às negociações com o GDF, mas planeja retomar as atividades no segundo semestre deste ano através de um chamamento público para novos assistidos e voluntários.

Glauber Erick
Glauber Erickhttps://glaubererick.com.br
Comunicação e Marketing, Jornalista, Assessoria de Imprensa e Produção Audiovisual.
NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!

Últimas Notícias