15.5 C
Brasília
quinta-feira, 18/07/2024
- Patrocinado -bar do GG
InícioDestaquesEquipes trabalham nas obras do novo pátio de apreensão de veículos em...

Equipes trabalham nas obras do novo pátio de apreensão de veículos em Samambaia

O novo pátio de apreensão de veículos do Departamento de Estradas de Rodagem (DER) em construção em Samambaia está na fase de terraplanagem, com o terreno sendo preparado para receber as estruturas que vão compor um entre os dois novos espaços para este finalidade no Distrito Federal; o outro está localizado em Sobradinho.

Os trabalhos foram autorizados pelo governador Ibaneis Rocha em março deste ano; e, com investimento inicial de R$ 40,8 milhões do consórcio vencedor por meio de uma parceria com a iniciativa privada, o custo é zero para o governo.

‌Por se tratar de uma concessão – um dos modelos de desestatização vigentes no Brasil –, o parceiro privado fica responsável por pagar uma outorga para o governo, que, por sua vez, não entra com contrapartida financeira. Ou seja, o GDF não gastará nada para que o projeto saia do papel. A autarquia terá direito, ainda, a 7,8% de toda a receita bruta da empresa vencedora.

O presidente do DER, Fauzi Nacfur Junior, explica que, pelo fato de a concessão também envolver os veículos apreendidos pelo Departamento de Trânsito do DF (Detran-DF), o sistema ganhará uma nova agilidade: “Hoje, todo esse serviço é feito e custeado pelo governo por meio do Detran, em um processo que sempre teve uma lentidão muito grande até o seu estágio final. Nós vamos agilizar todo esse sistema desde a apreensão de quem está irregular até o leilão. Isso significa uma melhoria e quem ganha com isso é a população, é o motorista que vai estar andando legal”.

Andamento da obra

São cerca de 15 pessoas trabalhando na construção, que iniciou em abril. De acordo com um dos executores, o engenheiro do DER Dan Imbroisi Brant Teixeira, a obra está dentro do cronograma previsto, e atualmente as equipes trabalham na compactação de subleito para, posteriormente, o terreno receber uma camada de brita graduada simples (BGS). É nesse local que os carros apreendidos pelo DER ficarão estacionados.

“Nós vamos agilizar todo esse sistema desde a apreensão de quem está irregular até o leilão. Isso significa uma melhoria e quem ganha com isso é a população, é o motorista que vai estar andando legal”, diz o presidente do DER, Fauzi Nacfur Junior

“A questão dos pátios de apreensão é justamente para tirar os veículos irregulares da via. Às vezes tem um veículo que não tem condição de trafegar mais, então ele vai ser recolhido e o dono providencia a regularização”, destaca Teixeira.

O pátio abrigará também painéis de captação de energia solar, responsáveis por abastecer todos os cinco distritos rodoviários do DER, o parque rodoviário e a sede da autarquia no Buriti, gerando uma economia na conta de energia do órgão.

Aprimoramento das malhas viárias

O novo local contará também com um auditório para a promoção dos leilões de automóveis que não forem retirados no prazo previsto na legislação e um galpão para manutenção desses veículos, além de um prédio administrativo – onde os agentes receberão também os dados das balanças dinâmicas, que serão colocadas em 14 pontas das rodovias mais movimentadas do DF.

O serviço de instalação das balanças, feito pelo GDF por meio do DER, é importante para que caminhões não trafeguem com carga acima do peso, o que prejudica a pavimentação e vida útil das vias, além de colocar em risco a vida dos caminhoneiros e de outros motoristas. “A gente sabe que o que mais atrapalha na qualidade é o peso excessivo de veículos e caminhões; então, controlando o peso, a gente vai zelar e manter a qualidade do asfalto que a gente está zelando”, reforça o presidente do DER.

O pátio abrigará também painéis de captação de energia solar, responsáveis por abastecer todos os cinco distritos rodoviários do DER, o parque rodoviário e a sede da autarquia no Buriti, gerando uma economia na conta de energia do órgão.

Aprimoramento das malhas viárias

O novo local contará também com um auditório para a promoção dos leilões de automóveis que não forem retirados no prazo previsto na legislação e um galpão para manutenção desses veículos, além de um prédio administrativo – onde os agentes receberão também os dados das balanças dinâmicas, que serão colocadas em 14 pontas das rodovias mais movimentadas do DF.

O serviço de instalação das balanças, feito pelo GDF por meio do DER, é importante para que caminhões não trafeguem com carga acima do peso, o que prejudica a pavimentação e vida útil das vias, além de colocar em risco a vida dos caminhoneiros e de outros motoristas. “A gente sabe que o que mais atrapalha na qualidade é o peso excessivo de veículos e caminhões; então, controlando o peso, a gente vai zelar e manter a qualidade do asfalto que a gente está zelando”, reforça o presidente do DER.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!

Últimas Notícias