20.5 C
Brasília
sábado, 22/06/2024
- Patrocinado -bar do GG
InícioDistrito FederalNovas Unidades da Casa da Mulher Brasileira são Autorizadas pelo GDF

Novas Unidades da Casa da Mulher Brasileira são Autorizadas pelo GDF

O Governo do Distrito Federal (GDF) deu a autorização para a construção de três novas unidades da Casa da Mulher Brasileira (CMB) nesta sexta-feira (23). As sedes serão instaladas em Sobradinho II, São Sebastião e Recanto das Emas, e receberam a ordem de serviço assinada pelo governador Ibaneis Rocha. Uma quarta unidade no Sol Nascente/Pôr do Sol está em fase final de licitação. O investimento total será de R$ 8,8 milhões, provenientes de emendas federais e recursos do próprio GDF.

O governador ressaltou a importância dessas ações em defesa das mulheres e expressou sua confiança nos resultados alcançados: “Tenho certeza que esses resultados serão colhidos e que nós vamos melhorar todos os índices de atendimento e diminuir a violência contra as mulheres na nossa cidade”.

As três novas unidades terão 270 m² de área construída e estarão equipadas para atender mulheres em situação de vulnerabilidade. Cada unidade contará com recepção, depósito, copa, banheiros, salas de coordenação técnica, atendimento individual, atendimento em grupo, sala multifuncional, espaço de convivência, brinquedoteca e fraldário.

A secretária da Mulher, Giselle Ferreira, destacou a importância de ampliar os espaços de atendimento para as mulheres no Distrito Federal, levando a Casa da Mulher Brasileira para diversas regiões.

A coordenação das unidades será realizada pela equipe da Secretaria da Mulher (SMDF). Em maio deste ano, a secretaria deu posse a 31 novos servidores das áreas de psicologia, pedagogia e assistência social para compor a equipe das novas unidades. A implantação será feita por meio de um acordo de cooperação técnica com a Companhia Urbanizadora Nova Capital (Novacap).

A construção das unidades da Casa da Mulher Brasileira é uma iniciativa importante para promover os direitos e a proteção das mulheres. As novas sedes serão fundamentais para oferecer segurança e cidadania às mulheres do Distrito Federal.

Além das unidades autorizadas, uma quarta unidade no Sol Nascente/Pôr do Sol está em processo de licitação, com um investimento previsto de R$ 2,1 milhões.

A Casa da Mulher Brasileira, inaugurada em abril de 2021 em Ceilândia, oferece acolhimento, suporte psicossocial, capacitação profissional e apoio jurídico e policial para mulheres em situação de vulnerabilidade e violência. Desde a sua abertura, já foram realizados mais de 11 mil atendimentos, entre acolhimentos e atividades profissionalizantes.

Glauber Erick
Glauber Erickhttps://glaubererick.com.br
Comunicação e Marketing, Jornalista, Assessoria de Imprensa e Produção Audiovisual.
NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!

Últimas Notícias