18.5 C
Brasília
quinta-feira, 20/06/2024
- Patrocinado -bar do GG
InícioDestaquesProjeto no Parque Três Meninas leva vivência escoteira para população de Samambaia

Projeto no Parque Três Meninas leva vivência escoteira para população de Samambaia

Além de todo lazer que o Parque Três Meninas proporciona ao povo samambaiense, como atividades físicas ao ar livre, piquenique, praticar esporte ou caminhar, encontra-se nele também  uma prática muito conhecida em filmes de aventura. Trata-se de atividades referentes ao programa educativo dos escoteiros do Brasil realizado pelo Grupo Escoteiro Tribo Judá. 

Fundado em 2017 no próprio parque, o grupo conta com o apoio da administração do Três Meninas e do Ibram. Os encontros são semanais, realizados aos sábados das 13h às 17h. O projeto foi idealizado para levar vivência escoteira para a população de Samambaia e região.

“O local é amplo e as atividades ao ar livre são o foco para o desenvolvimento saudável e correto das práticas escoteiras. O escotismo é muito importante pois ele agrega valores e transforma pessoas em cidadãos melhores”, enfatiza Viviane Barbosa, diretora presidente da atual gestão.

A experiência leva aos participantes o aprendizado na prática que inclui estar junto à natureza em acampamentos, excursões, projetos sociais de arrecadação, doações, reciclagens e também saúde mental. No decorrer da vivência são desenvolvidas habilidades como culinária, artesanato, primeiros socorros e muitas outras oportunidades.

Christian de Mello é empresário, tem 46 anos e atualmente é voluntário no movimento escoteiro. Ele foi presidente diretor até o início deste ano. Ele se iniciou como lobinho ainda criança, em 1985, e hoje, pai de família, tem orgulho de sua filha também ser escoteira e participar do grupo Escoteiro Tribo Judá, onde ele também compartilha seu conhecimento como adulto voluntário no método escoteiro.

“Como empresário, percebo que as habilidades desenvolvidas no escotismo, como liderança, resolução de problemas e trabalho em equipe, são valiosas no mundo profissional. Os jovens escoteiros são preparados para enfrentar os desafios da vida com confiança e determinação, contribuindo positivamente para o desenvolvimento da sociedade como um todo”, diz Christian, orgulhoso.

O escotismo é a maior fraternidade mundial onde é possível participar a partir dos 6,5 anos. Atualmente o DF possui mais de 30 grupos escoteiros ativos espalhados. O projeto geralmente é conduzido por voluntários e envolvidos como os  familiares, comunidade, parcerias e eventos. A atuação desses voluntários juntos aos jovens torna possível a execução e prática.

Para quem se interessa nesta intrigante jornada, é só fazer contato com um dos associados pelo link na bio do Instagram da Tribo (@tribojudadf), e preencher o formulário. As vagas são limitadas e possui taxa simbólica para registro com direito a seguro atividade, mais mensalidade que custeia materiais de jogos e manutenção da sede no parque.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!

Últimas Notícias