21.5 C
Brasília
sexta-feira, 01/03/2024
- Patrocinado -
InícioEsportesSamambaia bate o Brasília e deixa a zona de rebaixamento do Candangão

Samambaia bate o Brasília e deixa a zona de rebaixamento do Candangão

A primeira partida sob mando de campo no Estádio Rorizão fez muito bem para o Samambaia. Em confronto direto contra o rebaixamento no Campeonato Candango diante do Brasília, o Cachorro Salsicha fez bom uso do fator casa e venceu o adversário por 3 a 0. Os importantes três pontos somados fizeram a equipe deixar a incômoda última colocação do torneio local. Com três derrotas seguidas, o Colorado acabou caindo para a lanterna.

Em um jogo analisado desde o início, o Brasília tinha a bola no pé por mais tempo para pensar as jogadas. Porém, o Samambaia foi mais efetivo. Dono das melhores chances, o time da casa largou na frente do placar com o atacante Matheus Barboza. O segundo tempo teve um Cachorro Salsicha ainda mais dominante e letal. Com boas trocas de passe, a equipe marcou mais duas vezes, com Giovanny e Joãozinho, e consolidou o importante resultado no torneio local.

Samambaia melhor

Em formações espalhadas, Samambaia e Brasília começaram a partida na base do estudo. O Colorado tinha mais posse, mas, aos sete minutos, a primeira grande chance caiu nos pés do Cachorro Salsicha. Cabralzinho fez boa jogada, colocou na área e encontro Romário livre. Meio sem ângulo, o camisa 11 desviou para cima. Mesmo com mais oportunidades de pensar o jogo a partir da defesa, o Avião encontrava dificuldades para evoluir a partir do meio de campo.

Dessa forma, a primeira finalização do Brasília veio somente aos 15. Hugo Leonardo tentou, mas isolou. O Samambaia respondeu no lance seguinte. Matheus Barbosa recebeu na área, chutou forte, mas Jennerson pegou. Nos minutos posteriores, o ritmo da partida diminuiu e ficou concentrado no meio. A cada tentativa de infiltração ou de lançamento longo, as defesas se sobressaiam sobre os ataques, evitando maiores perigos para os goleiros Vavá e Jennerson.

Aos 32, depois da parada técnica, Cabralzinho quase marcou. De longe, o camisa 10 arriscou e acertou o travessão. Três minutos depois, a bola do Cachorro Salsicha entrou. Dharllyson cruzou e Matheus Barboza escorou para a rede: 1 a 0. Mesmo em desvantagem, o Brasília não encontrou os atalhos do campo para incomodar o Samambaia. Satisfeito com a vantagem parcial, o time da casa controlou o jogo até o apito final do primeiro tempo.

 

Cachorro Salsicha define

O Samambaia voltou para o segundo tempo melhor. Aos dois minutos, Joãozinho cruzou rasteiro e Cabralzinho chutou em cima da marcação. Ciente da necessidade de reagir, o Brasília fez quatro alterações em pouco tempo. Mais organizado, o Cachorro Salsicha ampliou com um golaço. Cabralzinho lançou na medida, Giovanny dominou no peito e, de puxeta, encobriu Jennerson. O Colorado respondeu em seguida. De falta, Hiwry acertou a trave de Vavá.

Em contra-ataque, Matheus Barboza recebeu na área, chutou cruzado e Jennerson desviou para escanteio. Aos 24, o Samambaia anotou mais um. Giovanny entrou na área livre e, solidário, rolou para Joãozinho finalizar sem marcação: 3 a 0. Abatido, o Brasília seguiu cometendo os mesmos erros. O Colorado praticamente não incomodava o goleiro Vavá. Com sangue novo em campo, o Cachorro Salsicha seguiu superior na tentativa de transformar o resultado em goleada.

Sob gritos de olé da torcida, o Samambaia aproveitou o nível de definição da partida para cadenciar o jogo. Totalmente sem ação, o Brasília se esforçava para tentar um resultado melhor. Aos 40, em jogada de velocidade, Jennerson pegou chute de Giovanny. A situação do Colorado ficou pior quando Dadinho foi expulso de forma direta por chegada forte em Cabralzinho. O lance deixou o jogo ainda mais tranquilo para o Cachorro Salsicha confirmar a segunda vitória no Candangão.

 

O que vem por aí?

O resultado fez Samambaia e Brasília deixarem o gramado do Rorizão com sentimentos distintos para a sequência do Candangão. Mais aliviado por estar fora da zona de rebaixamento, o Cachorro Salsicha volta a jogar na quinta-feira (16/2), contra o Brasiliense, no Estádio Serejão. Desesperado para deixar a lanterna, o Brasília joga um dia antes, na quarta-feira (15/2), e abre a quinta rodada do torneio local contra o Ceilândia, no Abadião.

SAMAMBAIA 3
Vavá; Dharllyson, Badhuga, Preto Costa e Felipe (Giovanny ⚽); Wallace, Lila (Peppe 🟨) e Cabralzinho; Romário 🟨, Joãozinho ⚽ (Caju) e Matheus Barboza ⚽🟨 (Michael). Técnico: Luís dos Reis

BRASÍLIA 0
Jennerson; Marquinhos 🟨 (Crystian), Vinícius Sangiori, Dante e Hugo Leonardo 🟨 (Espeto); Borges, Dadinho e Hiwry (Careca); Dan (Titico), Mirandinha (Ian Carlos) e Ricardo Oliveira. Técnico: Ricardo Antônio

Texto: Lucas Espíndola
Foto: Jéssika Lineker/Distrito do Esporte

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Últimas Notícias