23.5 C
Brasília
quarta-feira, 21/02/2024
- Patrocinado -
InícioDistrito Federal“Tarado do carro preto” já foi preso por estuprar crianças em matagal

“Tarado do carro preto” já foi preso por estuprar crianças em matagal

Sérgio Alves Martins, 47 anos, preso na manhã desta segunda-feira (3/4) por perseguir crianças e mulheres a bordo de um carro preto no Distrito Federal e fazer atos obscenos, segue o mesmo modus operandi desde 2004, quando a primeira ocorrência contra ele foi registrada.

Em 10 de dezembro daquele ano, uma moradora de Santa Maria procurou a polícia para informar que uma sobrinha de 11 anos foi vítima de estupro. Segundo ela, o criminoso estava em um Kadet escuro quando abordou a criança e a levou para uma área de cerrado.

Segundo a mulher, o criminoso mandou a vítima tirar a roupa e praticou ato libidinoso. A menor foi abandonada próximo à casa da tia. Ela chegou à residência chorando muito e relatou detalhes do crime. À época, a Policia Civil conseguiu identificar e prender temporariamente Sérgio.

No ano seguinte, o criminoso voltou a atacar, também em Santa Maria. Uma mulher denunciou em 27 de fevereiro de 2005 que a filha de 11 anos foi abordada por um homem em um Kadet escuro, no momento em que ia até a igreja. O autor pediu para que a criança entrasse no veículo e obrigou a menor a manter relação sexual com ele.

Após o crime, ele abandonou a vítima próximo ao fórum da região administrativa e fugiu em alta velocidade. Após investigações, policiais da 33ª Delegacia de Polícia (Santa Maria) voltaram a prender o “tarado do carro preto”.

Em maio do mesmo ano, uma terceira criança, também de 11 anos, foi estuprada em Santa Maria. A mãe da vítima informou que a filha foi abordada por um homem que estava em um Ômega preto. O criminoso ofereceu R$ 20 para a garota o levar até uma padaria da região. Ela entrou no carro, mas o condutor tomou outra direção. Ele a ameaçou, dizendo para que ela se calasse para “não ser morta e jogada num lixão”.

A criança contou que foi estuprada no local sob constante ameaça de morte. Afirmou, ainda, que o autor lhe disse que, caso ela o entregasse para polícia, ele mataria toda a família dela e a levaria para um lugar onde ninguém a encontraria.

A menor também relatou que, durante o trajeto da volta, Sérgio lhe disse que qualquer dia desses iria passar pelo colégio dela a fim de levá-la para “outro passeio”. Ao chegarem em Santa Maria, ele a deixou na pista entre a QR 218 e a 219, dizendo que, caso olhasse para trás, ele a mataria. À época, ele foi identificado como autor e preso novamente.

O homem voltou a importunar crianças em agosto de 2005 e chegou a abordar uma menor de 11 anos que andava de patins perto de uma escola de Santa Maria. A garota conseguiu fugir e chamou a polícia, que conduziu Sérgio até a delegacia. Interrogado sobre a acusação, ele negou o crime.

Já em 2020, ele passou a agir na Asa Sul. Com um Ford Fusion preto, circulava pelas quadras atrás de crianças e mulheres. Uma delas denunciou que foi perseguida pelo criminoso. Uma outra mulher afirmou que viu o homem se masturbando e olhando para ela. No total, ao menos oito ocorrências foram registradas contra o homem.

A reportagem não localizou a defesa do suspeito. O espaço segue aberto para possíveis posicionamentos.

Fonte Metrópoles

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!

Últimas Notícias